Professor Joaquim

Blog de Matemática

Humor

13º SALÁRIO NÃO EXISTE

 Você sabia que os Ingleses recebem os ordenados semanalmente ?

Eles NÃO FAZEM ISSO POR ACASO. Saiba porquê.
Fala-se que o governo quer acabar com o 13º salário. Se o fizer, é uma roubalheira sobre outra roubalheira.

Porquê ? Porque o 13º salário não existe.

O 13º salário é uma das mais escandalosas mentiras do sistema capitalista.

Abaixo temos uma modesta demonstração aritmética de como foi fácil enganar os trabalhadores.

Suponha que você ganha R$ 700,00 por mês.

Multiplicando-se esse salário por 12 meses, você recebe um total de R$ 8.400,00 num ano.

Ou seja : R$ 700 x 12 = R$ 8.400,00

Em Dezembro, o generoso patrão lhe paga o conhecido 13º salário. É lei.

Então, R$ 8.400,00 + 13º salário = R$ 9.100,00.

Agora faça uma simples conta com o que aprendeu no Ensino Fundamental.

Se você recebe R$ 700,00 mês e o mês tem quatro semanas, significa que ganha por semana R$ 175,00.

R$ 700,00 (Salário mensal) / 4 (semanas do mês) = R$ 175,00 (Salário semanal)

Como o ano tem 52 semanas, se multiplicarmos R$ 175,00 (Salário semanal) por 52 (número de semanas anuais) o resultado será R$ 9.100,00.

O resultado acima é o mesmo valor do Salário anual mais o 13º salário.

Surpreso, surpresa? Onde está, portanto o 13º Salário?

A explicação é simples.
Acontece que o patrão lhe tira uma parte do salário durante todo o ano, pela simples razão de que há meses com 30 dias, outros com 31 e também meses com quatro ou cinco semanas (apesar de cinco semanas o patrão só paga quatro semanas). O salário é o mesmo, tenha o mês 30 ou 31 dias, quatro ou cinco semanas.

No final do ano o “generoso” patrão presenteia você com um 13º salário, cujo dinheiro saiu do seu próprio bolso.

Daí que não existe nenhum 13º salário. O patrão apenas devolve o que sorrateiramente lhe surrupiou do salário anual.

Conclusão: os trabalhadores recebem o que já trabalharam e não um adicional.

 

O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!

Se É jovem, não tem experiência.
Se É velho, está superado.
Se Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Se Tem automóvel, chora de “barriga cheia’.
Se Fala em voz alta, vive gritando.
Se Fala em tom normal, ninguém escuta.
Se Não falta ao colégio, é um ‘caxias’.
Se Precisa faltar, é um ‘turista’.
Se Conversa com os outros professores, está ‘malhando’ os alunos.
Se Não conversa, é um desligado.
Se Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Se Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Se Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Se Não brinca com a turma, é um chato.
Se Chama a atenção, é um grosso.
Se Não chama a atenção, não sabe se impor.
Se A prova é longa, não dá tempo.
Se A prova é curta, tira as chances do aluno.
Se Escreve muito, não explica.
Se Explica muito, o caderno não tem nada.
Se Fala corretamente, ninguém entende.
Se Fala a ‘língua’ do aluno, não tem vocabulário.
Se Exige, é rude.
Se Elogia, é debochado.
Se O aluno é reprovado, é perseguição.
Se O aluno é aprovado, deu ‘mole’.

É, o professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui, agradeça a ele!

 

AS MARCAS DE BATOM NO BANHEIRO
(muito boa para amigos, professores e pais)

Numa escola pública no centro de Belo Horizonte, estava ocorrendo uma situação inusitada: meninas de 15, 16, 17 anos que usavam batom, todos os dias beijavam o espelho para remover o excesso de batom.
O diretor andava bastante aborrecido, porque o zelador tinha um trabalho enorme para limpar o espelho ao final do dia. Mas, como sempre, na tarde seguinte, lá estavam as mesmas marcas de batom…
Um dia o diretor juntou o bando de meninas no banheiro e explicou pacientemente que era muito complicado limpar o espelho com todas aquelas marcas que elas faziam. Fez uma palestra de uma hora.
No dia seguinte as marcas de batom no banheiro reapareceram…
No outro dia, o diretor juntou o bando de meninas e o zelador no banheiro, e pediu ao zelador para demonstrar a dificuldade do trabalho. O zelador imediatamente pegou um pano, molhou no vaso sanitário e passou no espelho.

Nunca mais apareceram marcas no espelho!

Moral da história: Há professores e há educadores… Comunicar é sempre um desafio !

Às vezes, precisamos usar métodos diferentes para alcançar certos resultados.

Por quê?

  • Porque a bondade que nunca repreende não é bondade: é passividade.
  • Porque a paciência que nunca se esgota não é paciência: é subserviência.
  • Porque a serenidade que nunca se desmancha não é serenidade: é indiferença.
  • Porque a tolerância que nunca replica não é tolerância: é imbecilidade.

“O saber a gente aprende com os mestres e os livros.
A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes”.

Nem o Senhor Jesus aguentaria ser um professor nos dias de hoje….
             O Sermão da montanha (*versão para educadores*)

Naquele tempo, Jesus subiu a um monte seguido pela multidão e, sentado sobre uma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se aproximassem.

Ele os preparava para serem os educadores capazes de transmitir a lição da Boa Nova a todos os homens.

Tomando a palavra, disse-lhes:
– Em verdade, em verdade vos digo:
– Felizes os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus.
– Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
– Felizes os misericordiosos, porque eles…?

Pedro o interrompeu:
– Mestre, vamos ter que saber isso de cor?

André perguntou:
– É pra copiar?

Filipe lamentou-se:
– Esqueci meu papiro!

Bartolomeu quis saber:
– Vai cair na prova?

João levantou a mão:
– Posso ir ao banheiro?

Judas Iscariotes resmungou:
– O que é que a gente vai ganhar com isso?

Judas Tadeu defendeu-se:
– Foi o outro Judas que perguntou!

Tomé questionou:
– Tem uma fórmula pra provar que isso tá certo?

Tiago Maior indagou:
– Vai valer nota?

Tiago Menor reclamou:
– Não ouvi nada, com esse grandão na minha frente.

Simão Zelote gritou, nervoso:
– Mas porque é que não dá logo a resposta e pronto!?

Mateus queixou-se:
– Eu não entendi nada, ninguém entendeu nada!

Um dos fariseus, que nunca tinha estado diante de uma multidão nem ensinado nada a ninguém, tomou a palavra e dirigiu-se a Jesus, dizendo:
– Isso que o senhor está fazendo é uma aula?
– Onde está o seu plano de curso e a avaliação diagnóstica?
– Quais são os objetivos gerais e específicos?
– Quais são as suas estratégias para recuperação dos conhecimentos prévios?

Caifás emendou:
– Fez uma programação que inclua os temas transversais e atividades integradoras com outras disciplinas?
– E os espaços para incluir os parâmetros curriculares gerais?
– Elaborou os conteúdos conceituais, processuais e atitudinais?

Pilatos, sentado lá no fundão, disse a Jesus:
– Quero ver as avaliações da primeira, segunda e terceira etapas e reservo-me o direito de, ao final, aumentar as notas dos seus discípulos para que se cumpram as promessas do Imperador de um ensino de qualidade.
– Nem pensar em números e estatísticas que coloquem em dúvida a eficácia do nosso projeto.
– E vê lá se não vai reprovar alguém!

E, foi nesse momento que Jesus disse: “Senhor, por que me abandonastes…”

Meu Cão de Guarda

EQUAÇÃO DA MULHER X PROBLEMAS

Matemática da vida

Modernizando os velhos ditados populares Internetês

Pérolas

#PÉROLAS: qUAL A FUNÇÃO DO APÓSTROFO?</p>
<p>

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Outras pérolas
“A principal função da raiz é se enterrar.”

“Ângulo é duas linhas que vão indo e se encontram.”

“Triângulo são os filhos trigêmeos do ângulo.”

“Circunferência é uma roda chata. Para a sua fabricação usamos o compasso.”

“Tangente é quando a bola passa raspando no jogo de futebol. Ela também tem o nome de trave.”
“Conjunto vazio é aquele em que os músicos não sabem nada de música.”

“Um paralelepípedo é um animal cujos dois pés são paralelos.”
“Um número concreto é um número que vemos a olho nu.”

“Triângulo é quando duas pessoas gostam da mesma, como vemos nas novelas o dito chamado ‘triângulo amoroso’.”

“Quando abre o ângulo é seno e quando fecha é cosseno porque cola no seno.”

CENAS DA VIDA

GÊNIOS INCOMPREENDIDOS

Matemática

Teste da pré-escola

O que é globalização

Uma gota de vodka

A última foto

cidade civilizada – frases curiosas

FOTOS DIVERTIDAS

MINEIRO

SORRIA.

O DIABO E O ENGENHEIRO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: